Volta às aulas: saiba o porquê seu filho precisa passar pelo oftalmologista no período escolar

As aulas já começaram e a pergunta que nós oftalmologistas iremos fazer é: seu filho já realizou uma avaliação oftalmológica? Sim, grande parte do aprendizado da criança depende da qualidade da visão do pequeno.

Neste artigo, vamos te ajudar a entender o motivo pelo qual você deve levar seu filho ao oftalmologista, mesmo que ele não apresente nenhum tipo de incômodo ocular!

Continue a leitura para saber mais.

O cuidado com os olhos deve ser prioridade desde o nascimento:

Primeiro de tudo, não é somente antes ou durante as aulas que o seu filho precisa ir ao oftalmologista. Pelo contrário, o cuidado com o olhar do pequeno deve começar a partir dos 6 meses e a após o primeiro ano de idade, anualmente, leva-lo para uma avaliação completa.

Por que o exame no período escolar é importante?

É no período escolar que muitos problemas oculares são manifestados nas crianças. Em algumas escolas, o exame é obrigatório no momento da matrícula, já em outras, não. Essa ação permite identificar qualquer tipo de alteração na visão da criança que possa gerar desconforto e impactar em seu aprendizado.

Consequências dos problemas oculares no aprendizado:

Essas complicações, dificultam o aprendizado da criança devido a uma série de consequências geradas pela baixa visão como dificuldade para enxergar a lousa, dores de cabeça, e problemas de concentração.

Além disso, a baixa visão pode despertar um desinteresse na criança pelo estudo. Identificar esses sinais é essencial para entender que o seu filho precisa ir ao oftalmologista!

Além disso, quando o problema de grau não é corrigido na infância, a criança pode desenvolver a ambliopia (“olho preguiçoso”), uma baixa de visão que pode ser irreversível quando a criança se torna adulto.

Como identificar se o seu filho está com baixa visão:

A criança com problemas oculares oferece uma série de sinais no convívio com o meio. Isto é, o papai e mamãe devem estar sempre atentos a como o pequeno está lidando com as situações que exigem mais da sua visão. Para que você consiga distinguir, separamos algumas dicas que vão te ajudar a perceber:

1 – A criança começa a levar constantemente objetos ao rosto para enxergar melhor;
2 – O seu filho tende a inclinar a cabeça ou fechar os olhos para ver melhor;
3 – Ela coça os olhos com frequência.
4 – Abandona rapidamente atividades que exigem boa visão.

Agora que você já sabe de como esse exame é importante, não deixe de levar o pequeno ao seu oftalmologista de confiança!